Análise de falhas da ONU - Baudcom

Análise de falha da ONU

ONU (Unidade de Rede Óptica) é dividida em unidade de rede óptica ativa erede óptica passivaunidade. Geralmente, os dispositivos equipados com monitoramento de rede, incluindo receptores ópticos, transmissores ópticos upstream e amplificadores de ponte múltipla, são chamados de nós ópticos. O PON usa uma única fibra para se conectar aoOLT, e então o OLT se conecta à ONU. A ONU fornece serviços como dados, IPTV (ou seja, televisão em rede interativa) e voz (usando IAD, ou seja, Dispositivo de Acesso Integrado), realizando verdadeiramente aplicações “triple-play”.

Falhas

Desvio de intervalo de tempo ONU

Este tipo de falha geralmente é causado pelo envelhecimento do laser e pelo desvio do intervalo de tempo para transmissão de dados upstream da ONU. Também é possível que ocorra um erro nos dados do mapa de largura de banda enviado pela OLT downstream, o que causa um erro no intervalo de tempo de transmissão da ONU. Este tipo de ONU defeituosa é difícil de detectar. Geralmente, a OLT precisa monitorar os dados upstream da ONU em tempo real. Determine se ele envia dados no intervalo de tempo alocado pela OLT. Para este tipo de ONU anormalmente luminosa, por afetar principalmente duas ONUs adjacentes, além do isolamento, a largura de banda de proteção entre intervalos de tempo também pode ser aumentada para aliviar seu impacto em outras ONUs.

ONU de luz longa

Esta falha é causada pelo laser da ONU há muito tempo. Como resultado, as ONUs em toda a porta PON não conseguem se comunicar normalmente. Se a ONU emitir luz forte, a emissão anormal de luz da ONU pode ser determinada testando a potência óptica no divisor óptico durante a solução de problemas. Porém, se for uma ONU com emissão fraca, o julgamento será mais difícil e a emissão anormal de luz da ONU não poderá ser medida no divisor óptico. Somente através da intervenção do OLT e do uso de um algoritmo de detecção específico o ONU anormal pode ser avaliado. Normalmente, o negócio em toda a porta PON será afetado, mas devido ao seu fenômeno de falha sempre existir, trouxe comodidade para a solução de problemas até certo ponto.

Brilho intermitente

O julgamento deste tipo de falha é o mais difícil e irregular. É também a maior falha nas ONUs de iluminação anormal na rede ativa. Não é apenas impossível medir a emissão anormal de luz da ONU no divisor de feixe. Além disso, é necessário observar e monitorar falhasPONportas há muito tempo, o que traz grandes desafios para a manutenção da rede.

Causas:

  1. Problema de emissão de luz longa: O conversor fotoelétrico é conectado ao ramal de fibra por engano e o conversor fotoelétrico emite luz por um longo tempo; o módulo óptico da ONU possui um sinal de desligamento anormal, e a ONU não desliga quando é desligada, o que faz com que a ONU emita luz por um longo tempo; o software da ONU trava, o que faz com que a ONU emita luz por um longo tempo.
  2. Problema de interferência de cobertura: Por algumas razões (como taxa de extinção insuficiente), ONUs individuais emitem luz em intervalos de tempo não licenciados, o que afeta os serviços normais de outras ONUs.
  3. Problema de interferência sobreposta: A inconsistência dos parâmetros dos diferentes módulos ópticos da ONU causa sobreposição parcial dos sinais ópticos upstream, o que afeta os serviços.

Horário da postagem: 17/07/2023

Testemunhos

Lomoveishiy – Finlândia

Eu precisava conectar meu PC no terceiro andar para ter acesso à Internet naquela sala, e o ISP instalou o modem apenas no primeiro andar. Depois de soltar os cabos patch de fibra, conectei todos os cabos nesses conversores de mídia em ambos os lados e o link foi ativado instantaneamente. Foi muito mais fácil do que eu pensava!

Raymond – EUA

Ótima experiência - as unidades funcionaram imediatamente - só precisava conectar os cabos e pronto. Também gosto da possibilidade de habilitar quadros jumbo, embora não tenhamos necessidade desse recurso no momento, é ótimo ter essa opção.

Blog recente

Ver mais +

Deixe sua mensagem